Navegação

Falta de contêineres estimula a utilização de contêiner NOR

maio, 17, 2021 Postado porSylvia Schandert

Semana202122

O comércio global de mercadorias passa por uma situação atípica com a falta de contêineres e sofre com o aumento excessivo do preço do frete internacional. A escassez de contêineres no mercado, já notada a partir de 2019, piorou com o prolongamento da pandemia e transformou uma simples caixa de metal em protagonista do comércio internacional. Para exemplificar, o frete marítimo entre a China e o Brasil era negociado em torno de US$ 2 mil em 2017 e atualmente chega a US$ 10 mil dependendo da empresa de navegação.

Grande parte das exportações brasileiras, principalmente para países asiáticos, é composta por produtos que necessitam contêineres refrigerados, conhecidos como Reefers. O contêiner reefer é um equipamento isolado termicamente, usado principalmente no transporte de produto que precise de uma temperatura controlada para a conservação da qualidade primária dos produtos desde a origem até a entrega no destino final, tais como carnes e derivados, aves, frutos do mar e peixes, frutas, verduras, entre outros perecíveis.

Importação em contêiner NOR

No gráfico histórico abaixo, elaborado pela Datamar, é possível ver o crescimento das importações via contêiner NOR pelo Brasil nos primeiros três meses de 2021:

Importação Brasileira de Contêiner em modo NOR | Jan 2019 a Mar 2021 | UNIT

 

Os contêineres reefers saem do Brasil e não retornam na mesma proporção por falta de importação de produtos da mesma natureza. Para balancear esse fluxo e reduzir custos logísticos e operacionais, e suprir a falta de contêineres no sentido inverso da exportação, os armadores ofertam a operação NOR (Non-Operating Reefer) que significa reefer fora de operação, com motor desligado, equiparando-se, assim, aos containers comuns DRY/HC, e com isso reduzem significativamente o custo do frete internacional. Para o armador, é muito melhor receber menos do que retornar com os equipamentos vazios.

O transporte de contêiner NOR ainda não é muito praticado no mercado nacional, mas com a falta de contêineres convencionais, já desperta a atenção de empresas com cargas conteinerizadas secas e cada vez mais ganha espaço no comex brasileiro.

Fonte da matéria: SEGS

Para ler a matéria original completa acesse o link abaixo:

https://www.segs.com.br/seguros/290233-falta-de-conteineres-estimula-a-utilizacao-de-conteiner-nor

Sharing is caring!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *