Economia

Déficit na balança comercial de produtos químicos avança 6,6% em 2019, totalizando US$ 31,5 bilhões

jan, 23, 2020 Postado porSylvia Schandert

Semana202005

Segundo a Abiquim, Associação Brasileira da Indústria Química, o Brasil importou US$ 44,1 bilhões em produtos químicos em 2019, valor total pago pela aquisição de pouco mais de 47,6 milhões de toneladas entre as diversas mercadorias.

Na comparação com os resultados de 2018, foi registrado um aumento de 2% no valor das importações. Já as quantidades físicas adquiridas pelo País foram 5,4% superiores.

Em termos históricos, as quantidades importadas em 2019 são as maiores de todos os tempos, confirmando as projeções da Abiquim do recorde em 2019 de aquisições estrangeiras em produtos químicos.

Os países árabes são fornecedores importantes de fertilizantes do Brasil. De acordo com dados da Câmara de Comércio Árabe Brasileira, o bloco vendeu pouco mais de US$ 2 bilhões em fertilizantes ao mercado brasileiro em 2019. O valor é praticamente o mesmo registrado no ano anterior. O volume foi de quase 7 milhões de toneladas, um aumento de 2,7% na mesma comparação. O Marrocos é o principal exportador da região.

Exportações

Ainda de acordo com a Abiquim, as exportações brasileiras de produtos químicos foi de US$ 12,6 bilhões em 2019, uma sensível redução de 8,1% na comparação com o ano anterior. Um dos motivos é a difícil situação econômica da Argentina – tradicional principal mercado regional para produtos químicos brasileiros – considerando uma movimentação de 13,9 milhões de toneladas para os mais diversos mercados de destino.

O déficit na balança comercial de produtos químicos totalizou US$ 31,5 bilhões em 2019, um crescimento constante e progressivo nos últimos quatro anos.

Sharing is caring!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *