Navegação

Maior inspeção de carga reefer causa congestionamento em portos chineses

nov, 20, 2020 Postado porSylvia Schandert

Semana202048

O Conselho de Estado da República Popular da China publicou recentemente o Aviso 2020 # 225 sobre “Plano de trabalho de desinfecção preventiva e abrangente para importação de alimentos na cadeia de frio”.O aviso exige que todas as autoridades relevantes – começando com a alfândega da China – intensifiquem o trabalho de inspeção e desinfecção minuciosa para prevenir, eficazmente, a propagação do COVID-19 através das importações de alimentos da cadeia de frio.

Com isso, a CMA CGM informa que em todos  os portos da China, os requisitos de inspeção e desinfecção NAT (Teste de Ácido Nucleico) podem se tornar mais frequentes e rigorosos nas importações de carga reefer. Isso pode, eventualmente, levar a atrasos no desembaraço aduaneiro e liberação de importações reefer e desencadear um possível congestionamento nos portos onde o fornecimento de reefer plugs começa a ficar restrito, levando a custos adicionais à conta do consignatário a serem pagos no momento da entrega.

Ainda de acordo com a CMA CGM, os portos chineses de Huangpu já têm enfrentado congestionamento devido aos requisitos mais rígidos de inspeção e desinfecção das importações de carga reefer. A maioria dos reefer plugs já foi ocupada.Com isso, todas as transportadoras do Grupo CMA CGM deixarão de aceitar reservas de cargas frigoríficas com destino a Huangpu, China, com efeito imediato, até novo aviso.

Para contêineres em trânsito, a recomendação é entrar em contato com um representante local para alterar o porto de descarga / destino.

 

Sharing is caring!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *