Fruta

Exportações argentinas de frutas frescas crescem 13,9% nos primeiros quatro meses de 2020

Maio, 14, 2020 Postado porSylvia Schandert

Semana202021

As exportações argentinas de frutas frescas nos primeiros quatro meses de 2020 totalizaram 278.099 toneladas, um aumento de 13,9% em comparação com as 244.220 toneladas embarcadas no mesmo período do ano passado. Os dados são do Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentar (Senasa) da Argentina 

Entre janeiro e abril de 2020, os profissionais do órgão fiscalizaram o embarque de 182.609 toneladas de peras, um crescimento de 8,5% em relação às 168.238 toneladas exportadas no mesmo período do ano passado. 

Os principais destinos deste produto foram: Rússia (53.296 toneladas); Brasil (34.561 toneladas), Estados Unidos (30.692 toneladas) e Itália (24.473 toneladas). 

Já as 38.111 toneladas de maçãs exportadas entre janeiro e abril significam um aumento de 31,6% em relação às 28.950 toneladas embarcadas nos primeiros quatro meses de 2019. 

Os principais destinos para esse produto foram o Brasil (11.106 toneladas); Paraguai (5.944 toneladas); Rússia (4.301 toneladas); Bolívia (3.860 toneladas) e Estados Unidos (1.610 toneladas). 

Já a exportação de 30.082 toneladas de limão entre janeiro e abril de 2020 indica um crescimento de 64,8% em comparação com as 18.259 toneladas embarcadas entre janeiro e abril de 2019. Os embarques de laranjas no primeiro quadrimestre de 2020 foram de 13.635 toneladas, crescimento de 20% em relação às 11.364 toneladas no mesmo período do ano passado. 

Rússia (15.362 toneladas), Holanda (1.796 toneladas), Grécia (1.741 toneladas) e Canadá (1.360 toneladas) foram os mercados que mais importaram o limão argentino nesses quatro meses; enquanto o Paraguai (13.611 toneladas) recebeu a maior quantidade de laranjas argentinas exportadas. 

Senasa também registrou crescimento nas exportações de tangerinas, 2.422 toneladas (10% a mais que as 2.186 toneladas em 2019) e cereja, 2.145 toneladas (65% a mais que as 1.297 toneladas em 2019). 

 

Sharing is caring!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *