ANTT frete mínimo - minimum freight
Logística Outros

Caminhoneiros ganham app para calcular frete de cada viagem

jul, 17, 2019 Postado porSylvia Schandert

Semana201930

Os caminhoneiros autônomos ganharam um aplicativo de celular que permite calcular o valor do frete rodoviário em cada viagem, a partir dos novos parâmetros da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Desenvolvido pela estatal Serpro, a pedido do Ministério da Infraestrutura, a última versão do app foi apresentada aos representantes dos caminhoneiros, das transportadoras e do setor produtivo que se reuniram com integrantes do governo na semana passada no “Fórum Permanente para o Transporte Rodoviário de Carga”.

O aplicativo de celular permite que os caminhoneiros saibam o valor mínimo (piso) que poderão cobrar em cada viagem ao fornecer informações sobre valor de pedágio, previsão de parada e pernoite, entre outras.

A tecnologia será disponibilizada de forma gratuita nas lojas virtuais e deve ser lançada após a publicação da nova tabela de frete, que está prevista para sexta-feira (19/07).

Nova fórmula de cálculo da tabela de frete

Na terça-feira (16/07), a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) aprovou a nova forma de cálculos da tabela de frete rodoviário. A nova resolução sobre o tema validou o relatório com a análise das contribuições apresentadas na audiência pública sobre o estudo técnico elaborado por pesquisadores em logística da Esalq/USP.

O órgão acatou pedidos de ajustes pontuais na metodologia de cálculo dos valores mínimos (o piso) do frete. A nova tabela será publicada na próxima semana.

A definição do valor mínimo do frete, aprovado no dia 16/07, prevê novas composições de veículos por eixo para cargas conteinerizada, perigosa e neogranel. Também inclui os custos que haviam sido desconsiderados ou estavam imprecisos, como os relacionados à velocidade de deslocamento do veículo carregado, ao tempo de carga e descarga, à jornada de trabalho dos motoristas e às despesas com manutenção (diesel e pneus), o IPVA e o licenciamento do caminhão.

Além disso, foi admitida a criação de uma segunda tabela com o valor mínimo do frete para a contratação apenas do caminhão (o veículo automotor), sem as partes usadas para o transporte de carga (carreta ou semirreboque).

Fonte: Valor

Sharing is caring!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *